Criado em 09 Março 2018

Com objetivo de debater os desafios das Organizações Sociais, a presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PA), conselheira Lourdes Lima, participou nesta quinta-feira, 08 de março, da palestra “Organizações Sociais: avanços e desafios para uma gestão eficiente”. O professor doutor Rubens Naves foi o palestrante do tema.

O evento foi coordenado pela BioTec-Amazônia (associação de direito privado), Ministério Público do Estado do Pará, Procuradoria Geral do Estado e pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (SECTET).

“A escolha do tema foi pela importância e relevância da discussão com o 3° setor. O principal objetivo foi saber das dificuldades e desafios das organizações sociais. Trazer o professor Rubens Naves um dos maiores especialistas do tema foi extremamente esclarecedor”, destacou o titular da SECTET Alex Fiúza de Mello.

A conselheira Lourdes Lima também na sua manifestação ressaltou a necessidade da discussão das organizações sociais e o 3º setor. “É muito importante que os órgãos participem do debate - tanto o controle externo, interno e como o controle social. As organizações sociais colaboram com o avanço do estado. Essa palestra discutida com o professor Rubens Naves é sem dúvida o melhor caminho para o esclarecimento de dúvidas”, completou a presidente do TCE-PA.

Palestra aborda dados, reforma do Estado, avanços, limites e desafios.

A palestra do professor Rubens Naves teve como principal ponto de debate as organizações sociais e seus principais desafios. Naves também apresentou dados da situação das organizações e demostrou que 17,2% das Fundações e Associações sem Fins lucrativos ativas em 2010 foram criadas antes de 1980.

“Por outro lado, mais de 53 % ou seja, mais de 154 mil entidades ativas foram fundadas nas décadas de 90 e 2000. Atualmente 400 mil organizações da sociedade civil estão em atuação no país e 2 milhões de empregos são gerados pelas Organizações Sociais, dos quais, mais da metade estão na região sudeste”, esclareceu Rubens.

O palestrante ainda falou dos avanços e limites, como o projeto de lei do Senado 427/2017. “Esse projeto vem para reforçar o comprometimento do poder público e das OS e dispõe sobre a qualificação das organizações sociais para atualizar os critérios e requisitos para seu enquadramento e estabelecer novas regras para a celebração, controle e rescisão dos contratos de gestão. Esse projeto também proporciona a estabilidade e continuidade das prestações envoltas no controle”, completou Naves.

Também na sua explanação, Rubens Naves, falou dos principais desafios das organizações sociais e da relação público – privado.

Autoridades presentes

Participaram do evento o Procurador Geral do Estado, Ophir Cavalcante; a Procuradora Geral de Contas, Silaine Vendramin; o promotor de justiça, Sábio Brabo; o diretor da Bio-Tec – Amazônia, o professor Seixas Lourenço, além de servidores e técnicos de diversos órgãos estaduais.

 

Ouvidoria

Tv. Quintino Bocaiúva, 1585. Nazaré. Belém - PA. 66035-903.
Fone: (91) 3210-0803 / 0800
Atendimento: 8:00h - 14:00h
Sessões Plenárias Ao Vivo
Sessões Ordinárias todas as 3ª e 5ª feiras, às 9:00h com transmissão ao vivo pela Internet.

Tv. Quintino Bocaiúva, 1585.
Nazaré. Belém - PA. 
66035-903.
Tv. Luiz Barbosa, 962.
Caranazal. Santarém - PA. 
68041-420.
Av. VP 8, Folha 32, Quadra 17
Lote 11, Nova Marabá. Marabá - PA. 
68508-160.
(91) 3210-0555 (93) 3522-1718 / (93) 3522-9794 (94) 3323-0799

Atendimento ao Público de 8:00h às 14:00h
Atendimento no Protocolo de 8:00h às 18:00h (de segunda à quinta-feira) e de 8:00h às 16:00h (sexta-feira)