Criado em 06 Setembro 2018

A apresentação de indicadores que atestam a diminuição do número de homicídios dolosos, as estratégias utilizadas no enfrentamento à criminalidade pelo Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (SIEDS) no estado, seus objetivos, organização, eixos de gestão e operacionalidade e, ainda, um diagnóstico da criminalidade em todo o Pará, compuseram a palestra ministrada pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes, nesta sexta-feira, 31, durante a 21ª Sexta da Integração, no Tribunal de Contas do Estado (TCE-PA).

A manifestação do secretário foi acompanhada pela cúpula do sistema de segurança pública estadual, conselheiros, substitutos e servidores do TCE-PA. Um gráfico comparativo da criminalidade nos meses de janeiro a agosto de 2017 e 2018 mostrou que foram assassinadas intencionalmente 2.742 (duas mil setecentos e quarenta e duas) pessoas ano passado, enquanto outras 2.620 (duas mil seiscentos e vinte) perderam suas vidas de maneira semelhante em 2018. “O nosso melhor resultado em nesses oito meses de 2018 foi à preservação de 122 vidas”, afirmou Luiz Fernandes.

No decorrer da sua palestra, o titular da Segup detalhou as políticas implementadas no combate à violência, destacando a criação do Centro Estadual Integrado de Inteligência (CEII), a nomeação de cerca de três mil e quinhentos novos policiais, entre militares e civis, a efetiva integração entre os órgãos de controle estaduais, regionais e federais e os investimentos em tecnologia e inteligência.

Sobre o CEII, Fernandes citou o acompanhamento sistemático de forma integrada (oportunidades e ameaças) das organizações criminosas envolvidas no tráfico de drogas, armas e pessoas, lavagem de dinheiro, roubo de cargas e veículos, criminalidade relativa aos presídios e outras causas e fatores de risco relacionados à ocorrência dos crimes violentos letais intencionais.

O secretário citou ainda o Programa de Redução da Criminalidade (PREC), responsável por reunir um conjunto de ações operacionais e planos táticos e estratégicos, que de forma integrada resultaram na diminuição desses indicadores de criminalidade. O índice de roubos, que diminuiu em mais de 15 mil ocorrências (ou 18%), foi considerado histórico desde o início da aferição, em 2010.

“A palestra do secretário de Segurança Pública demonstra os esforços que vêm sendo feitos no sentido de combater a violência no estado. Hoje a cúpula da segurança pública paraense pôde apresentar seus resultados para os nossos técnicos, e isso de fato contribui para a integração institucional e o esclarecimento de dúvidas entre os técnicos dos órgãos jurisdicionados e o corpo técnico do Tribunal de Contas”, destacou a presidente do TCE, conselheira Lourdes Lima. 

O presidente do Conselho Consultivo da Escola de Contas Alberto Veloso (ECAV), conselheiro Luiz Cunha, elogiou a palestra, que permitiu os participantes da Sexta da Integração conhecerem a realidade da segurança pública no Pará. Para o conselheiro, o evento foi uma oportunidade de troca de experiências e informações entre profissionais da área de segurança, técnicos e conselheiros do TCE-PA, esclarecendo dúvidas para a avaliação correta e justa da prestação de contas dos jurisdicionados.

   

Ouvidoria

Tv. Quintino Bocaiúva, 1585. Nazaré. Belém - PA. 66035-903.
Fone: (91) 3210-0803 / 0800
Atendimento: 8:00h - 14:00h
Sessões Plenárias Ao Vivo
Sessões Ordinárias todas as 3ª e 5ª feiras, às 9:00h com transmissão ao vivo pela Internet.

Tv. Quintino Bocaiúva, 1585.
Nazaré. Belém - PA. 
66035-903.
Tv. Luiz Barbosa, 962.
Caranazal. Santarém - PA. 
68041-420.
Av. VP 8, Folha 32, Quadra 17
Lote 11, Nova Marabá. Marabá - PA. 
68508-160.
(91) 3210-0555 (93) 3522-1718 / (93) 3522-9794 (94) 3323-0799

Atendimento ao Público de 8:00h às 14:00h
Atendimento no Protocolo de 8:00h às 18:00h (de segunda à quinta-feira) e de 8:00h às 16:00h (sexta-feira)