Auditoria de Recursos Externos


Compete a Gerência de Recursos Externos coordenar as atividades de auditoria de projetos/programas executados com recursos externos, de acordo com as Normas Nacionais e Internacionais de Auditoria. Realizar auditorias anuais para projetos considerados de alto risco e emitir opinião para os de médio e baixo risco na forma definida em acordo. Assim como, emitir parecer final dentro do prazo estabelecido pelo acordo e informar, imediatamente a Presidência da Corte de Contas, sobre fraudes ou corrupção na administração e execução de uma operação com recursos externos. Criar e fortalecer sistemas e métodos de confirmação de funcionamento satisfatório do controle de qualidade e assegurar a propriedade dos relatórios de auditoria de projetos financiados com recursos externos, disponibilizando-os quando solicitado pelas instituições envolvidas. E, conhecer as políticas de intercâmbio de informações da instituição internacional às quais está sujeito.

Contrato de Empréstimo BID 2933/OC-BR

  • Projeto de Melhoria da Qualidade e Expansão da Cobertura da Educação Básica do Estado do Pará

Em cumprimento do Protocolo de Entendimento firmado em 11/12/2013 entre TCE PA e o Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID, na gestão do Conselheiro  Cipriano Sabino, que tornou esta Corte de Contas elegível para a realização de auditorias independentes, adequadas ao padrão internacional de normas exigido pelo banco e de acordo com a Resolução do TCE/PA nº 18.700de2015,  a ARE realiza  as auditorias independentes nas Demonstrações Financeiras do Projeto de Melhoria da Qualidade e Expansão da Cobertura da Educação Básica do Estado do Pará, financiado pelo Contrato de Empréstimo nº 2933/OC-BR firmado entre o Governo do Estado do Pará e o BID, vinculado ao grande Pacto pela Educação realizado no estado.

Demonstrações Financeiras de 2014 (1º Relatório)

Apêndice

Demonstrações Financeiras de 31/12/2015

Demonstrações Financeiras de 31/12/2016

Demonstrações Financeiras de 31/12/2017